sábado, 1 de junho de 2013

A floresta da memória não me surpreende, ela é como tem de ser: perante a brutalidade, toda a beleza perde a sua obstinação, vira-se do avesso, torna-se obscena.

Herta Müller

Sem comentários:

Enviar um comentário